sábado, 9 de dezembro de 2017

Amanhã mais um capítulo da nossa dinâmica, emblemática e surreal política de Nova Russas.

Resultado de imagem para pedro lira vereador
Pedro Lira candidato apoiado pelo vice-prefeito
Resultado de imagem para luis teixeira de freitas vereador
Teixeira de Freitas apoiado pelo prefeito
A eleição da mesa diretora de um poder legislativo deveria transcorrer dentro da normalidade, conforme regem as leis específicas em cada esfera. Todavia, as eleições neste poder a exemplo dos outros poderes tem a interferência direta de outros poderes, reforçando de que são independentes e harmônicos entre si. Essa associação em muitos casos espúrias, é danosa e prejudicial a quem deveria receber as benesses. Neste domingo em Nova Russas haverá mais uma eleição da câmara de vereadores para um mandato de curto tempo à partir de janeiro de 2018. A nova mesa administrará um orçamento anual de mais de 2 milhões de reais. Apenas um ano para alguns é pouco tempo, para muitos é bastante tempo. Em Nova Russas a calsse política é especializada em fazer manobras, e uma dessas foi mudar o regimento para alijar e cassar o mandato então prefeito Marcos Alberto. a partir daquela data a eleição vem sendo realizada de ano em ano, sem reeleição. Se antes já existia uma disputa mercantilista pela presidência, um jogo intenso de interesses políticos e pessoais, imagina agora. Com exceção do primeiro ano em que se instala um governo novo, a eleição transcorre sem nenhum percalço, sendo lançada apenas uma composição(chapa única),porque a maioria vota no candidato (a) do prefeito, ou até a totalidade dos vereadores recém eleitos ou reeleitos. Amanhã se repete mais capítulo em uma outra novela não fictícia,mas real e contemporânea com a disputa sendo mais acirrada, com a chapa apoiada pelo prefeito com apenas um voto de vantagem para o seu oponente. Unanimidade não existe em governo algum, nem mesmo o totalitário, é uma afronta aos princípios do regime democrático de direito. Administrativamente é inviável, a gestão dependurar em seus cabides dezenas de cargos e empregos indicados por uma maioria quase absoluta de vereadores. Esse rompimento do prefeito e vice já estava no script, porém foi antecipado por questões internas e a formação de um grupo liderado pelo vice Júnior Mano. Teoricamente a tendência é que o candidato apoiado pelo prefeito Rafael vença o embate pelo placar de 7x6 ou 8x5, porém não está descartado uma reviravolta  no placar oficial, o que não será nenhuma surpresa, em comparação com outros episódios emblemáticos e inusitados que aconteceram no antro da nossa classe política.Com o rompimento e a vitória do grupo do prefeito na Câmara,espera-se uma máquina mais enxuta, com menos compromissos e apadrinhados, menos loteamentos e daí, a chance de iniciar um governo mais voltado para os interesses da coletividade, dar prioridade mais aos anseios populares, ofertar um serviço de melhor qualidade, deixar os aliados e seus pedidos em segundo plano e fazer a máquina engrenar. Como novarussense espero ansiosamente dias melhores !!! Boa sorte aos protagonistas de amanhã e que esse novo capítulo de desconfianças e decepções acabe, que a disputa se restrinja apenas ao campo político, e que o Legislativo e o Executivo trabalhem em prol de um projeto de governo e não de projetos de poder e pessoal.





Resultado de imagem para prefeito rafael e junior mano

Nenhum comentário:

Postar um comentário