quarta-feira, 30 de março de 2016

Hoje na porta do Planalto



A grande dúvida


Quando já não houver mais nada a fazer ou a dizer, por onde será melhor a Dilma fugir: no trem bala, nos trens da Transnordestina, ou pelo canal de transposição do São Francisco?

Governo convida entidade dos servidores para discutir sobre reajuste salarial



O governo estadual está convidando membros de entidades dos servidores estaduais para reunião sobre reajuste salarial. O encontro ocorrerá na próxima segunda-feira (4), no Palácio da Abolição, informa o coordenador-adjunto do Fórum Unificado das Entidades de Servidores Públicos do Estado, José Rodrigues.


A pauta é bem específica: o governado discutirá com a categoria a situação financeira do Estado e possibilidades de um reajuste salarial que já deveria estar sendo pago desde janeiro, como manda a legislação.

Os servidores já avisaram que querem algo a mais do que correção da inflação, enquanto o governo está fechando números da arrecadação do primeiro trimestre para apresentar números e buscar um acordo. O parcelamento do reajuste, como o fez a Prefeitura de Fortaleza, não está descartado.

Dilma poderá sair do Alvorada para a Papuda


Os jornalistas do site O Antagonista afirmam que, se Marcelo Odebrecht revelar tudo o que sabe, a presidente Dilma deverá ser presa após o impeachment.

Leia o texto:

Marcelo Odebrecht, segundo a Veja, não está disposto a entregar apenas a campanha de Dilma Rousseff, e sim a própria presidente.


Ele promete contar, de fato, que os repasses à campanha eleitoral foram negociados diretamente com ela.

Se isso se confirmar, depois do impeachment Dilma Rousseff não vai para casa - ela vai para a cadeia.

Via: Folha Política e O Antagonista

Nenhum comentário:

Postar um comentário