segunda-feira, 9 de outubro de 2017

REFORMA PÍFIA - POR MÁRCIO COIMBRA

Diante de um sistema político apodrecido, que teve seus porões abertos em diversas investigações nos últimos tempos, ficou claro que o modelo eleitoral brasileiro encontrava-se em fadiga, necessitando reformas profundas. A reforma política, tentada diversas vezes, parecia impulsionada pela sensação de renovação que o eleitor tende a aplicar nas urnas no próximo ano. Mais uma vez de nada adiantou. As mudanças pontuais servem apenas para mostrar que algo foi realizado, porém nada de concreto foi alcançado. O eleitor segue refém do sistema que gerou o estado de coisas que vemos atualmente.
O ponto alto da reforma, que seria a revisão do modelo eleitoral para a escolha dos deputados, mais uma vez foi abandonado. Diante da necessidade de uma maioria constitucional para aprovar o voto distrital puro, distrital misto ou mesmo o curioso distritão, preferiu-se abandonar uma mudança mais profunda. Sabemos que o modelo distrital reduz enormemente o custo das campanhas e fornece um poder incomum ao eleitor: a possibilidade de cobrar diretamente do representante de seu distrito suas promessas de campanha e seu posicionamento em votações. Fortalece a democracia e a representatividade regional no Parlamento. Infelizmente, diante da necessidade de uma maioria constitucional para sua aprovação e da falta de acordo entre os parlamentares, a ideia foi abandonada.
Ainda existia a ideia de implementação do modelo em lista fechada, onde o eleitor vota nos partidos, que apresentam uma lista prévia com os candidatos, e as vagas são preenchidas proporcionalmente com os primeiros nomes de cada lista. Fortalece os partidos e a discussão de ideias. Seria o primeiro passo para um sistema distrital misto que poderia ser implementado em 2022. No caso da lista fechada, a mudança não precisaria de maioria constitucional, uma vez que o sistema permaneceria proporcional. Infelizmente, a ideia também foi abandonada.
Entretanto, a proposta do fundão foi aprovada. Será destinado R$ 1,7 bilhão para os políticos realizarem as campanhas do próximo ano, isto sem contar o fundo partidário. Não sejamos ingênuos. As campanhas de 2014 custaram, oficialmente, R$ 5 bilhões. Suspeita-se que na verdade o custo possa ter sido duas a três vezes este valor. Alguém acredita que um fundo público de R$ 1,7 bilhão será suficiente?
Financiamento público de campanha não rima com nosso sistema proporcional, que foi mantido – o mesmo das últimas eleições, com a possibilidade de coligações bizarras que ajudam a eleger candidatos que não possuem votos suficientes. Este tipo de financiamento funciona apenas para modelos como distrital ou lista fechada, que derrubam o custo do pleito. Da maneira como está, foi encontrada uma solução que somente aprofunda o problema.
O eleitor sai perdendo. As regras mudaram para fazer o sistema não mudar. Logo, quem precisará fazer limpeza é o povo. O próximo ano será a grande chance para o eleitor fazer, na urna, o que seus representantes deixaram de fazer em Brasília.

Estudo indica que estamos bebendo água com pH impróprio para consumo

Resultado de imagem para agua mineral
A água é essencial à vida. Especialistas indicam que precisamos sempre nos hidratar para evitar uma série de complicações e doenças. A água que consumimos precisa ter necessariamente 3 características. A seguir: ela precisa ser inodora, ou seja, não possuir cheiro; incolor, que significa não possuir cor; e insípida, ou desprovida de gosto.

Outra característica importante da água é o pH. O pH é uma escala que vai do 0 ao 14 utilizada para medir o potencial de hidrogênio e indica a acidez ou a basicidade de uma solução líquida.
Resultado de imagem para agua mineralSegundo o Ministério da Saúde do Brasil, o pH da água deve estar entre 6,0 e 9,5. Mas, um estudo publicado pela engenheira agrônoma Érika Ferreira, para obtenção do título de especialista em Gestão Ambiental pelo Núcleo de Meio Ambiente da Universidade Federal do Pará, mostrou que nenhuma das marcas analisadas no Laboratório de Recursos Hídricos do Instituto de Geociências da UFPA estão dentro desses padrões recomendados.

“Água precisa ter um pH acima de 6,5 para ser potável. Abaixo disso, não é água potável, podendo, inclusive, causar problemas de saúde. Se consumida durante dez, vinte anos, pode causar problemas gástricos, como gastrites, úlceras e câncer de estômago”, advertiu o professor Milton Matta, que orientou o estudo.
Para você se informar melhor sobre o pH da água que consumimos, confira a lista das águas mais vendidas no Brasil com seus respectivos pH:
Santa Joana – pH 5,25
Petrópolis – pH 5,38
Bonafont – pH 5,44
São Lourenço – pH 5,45
Perrier – pH 5,5
Lindoya – pH 6,74
Schin – pH 6,79
Puris – pH 6,98
Água Prata – pH 7,01
Crystal – pH 7,28
Pureza Vital (Nestlé) – pH 7,44
Minalba – pH 8,04
Levity – pH 8,84
Sarandi – pH 9,35
Ibirá – pH 10,15
Confira também algumas águas vendidas aqui na região . Os resultados são bastante preocupantes principalmente as 4 marcas mais comercializadas na região.
Indaiá – pH 4,64 (ácido)
Acácia - pH 4,32 (ácido)
Brisa da Serra - pH 4,70 (ácido)
Serra Grande - pH 5,10 (ácido)
Imperial Azul - pH 6,30 (ácido)
Água Azul - pH 7,1 (alcalino)
Cristal Azul - pH 9,75 (alcalino)
Crystal Água - pH 7,28 (alcalino)
Água Skin - pH 6,79 (neutro)
É importante dizer que o pH pode variar dependendo da fonte, pois algumas marcas são engarrafadas em mais de uma fonte.
Por isso o ideal é você ler o rotulo com atenção, para saber com certeza se o pH da água que você está bebendo é ácido, neutro ou alcalino.


Não esqueça de ler o rótulo sobre a classificação da água, composição química, características físico-químicas na fonte. Fique atento (a) sobre a higienização do garrafão,o gosto e o cheiro da água, não confie apenas no selo de controle fiscal que atesta que os vasilhames com a marca do produto estão em dia com as obrigações tributárias e sanitárias.      

Esses níveis de pH apresentam um grande risco para o consumidor. O estudo reforça que as empresas que produzem as águas analisadas precisam se adequar aos padrões o quanto antes.
Além disso, o estudo evidencia que existe uma ausência no monitoramento nesse processo de produção, o que poderia evitar que águas com pH impróprio para o consumo fossem produzidas e comercializadas
Sempre que for comprar água, verifique o índice de pH, indicado no rótulo. Isso pode fazer com que você compre apenas águas dentro dos padrões recomendáveis e assim evite doenças a longo prazo.
Fonte - Jornal Ciência adaptado pelo blog

Saiba mais ; 

pH da Água – O que é isto? Para que serve? Qual o pH ideal para a água que ingerimos?
pH significa potencial hidrogeniônico (quantidade de prótons H+), que indica a acidezneutralidade ou alcalinidade de uma solução aquosa.
O pH de 7 significa neutralidade.
pH < 7 significa acidez e quanto menor o número do pH, mais ácida é a solução aquosa. O pH é medido em escala logarítmica, o que significa que com a diminuição de 1 ponto no pH torna a solução 10 vezes mais ácida. Ou seja uma solução com pH 3 é 10 vezes mais ácida que uma solução de pH 4 e 100x mais ácida que uma solução de pH 5, 1000 x mais ácida que uma solução de pH 6 e 10.000 x mais ácida que uma solução com pH 7.ph-agua
Quando o pH é maior que 7 a solução é chamada de alcanina. Uma solução com pH 10 é 10x mais alcalina que uma solução com pH 9, 100x mais alcalina que uma solução com pH 8 e 1000x mais alcalina que a solução neutra com pH 7.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Garotos de Arneiroz aprovados em peneirada do Vasco da Gama



Clique para Ampliar
Dois garotos do município de Arneiroz foram aprovados numa peneirada promovida pelo Vasco da Gama no último domingo, 01, na cidade de Piquet Carneiro.
Francisco Sauã Mota de Sousa e Luis Antonio Rhuan de Moraes Lô, ambos de 11 anos, foram selecionados entre 150 garotos na faixa etária de 9 a 19 anos, que participaram dos testes e foram avaliados pelo ex-jogador profissional Lima de Moura, natural de Acopiara.
Os garotos arneiroenses agora viajarão para o Rio de Janeiro para novos testes no Vasco em data ainda a ser confirmada pelo clube. Eles integram a Escolinha de Futebol do Projeto Craque no Rumo Certo, desenvolvido pela Associação Agrediza de Arneiroz, que atende mais de 100 crianças e adolescentes do município.
A entidade é presidida pelo ex-atleta Faísca que mantém o projeto apenas com doações e patrocínios.
blog do Wilrismar Holanda

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Prefeitura de Canindé e casa de juiz são atacadas durante o feriado de São Francisco

Resultado de imagem para prefeitura de canindé cearáO prédio da Prefeitura de Canindé, foi violado nesta quarta-feira (04). Todas as salas do prédio foram arrombadas e diversos objetos foram levados. A ação foi percebida , quando funcionários chegaram à sede do paço municipal. Os criminosos aproveitaram o feriado, uma vez que hoje se comemora o dia de São Francisco, padroeiro da cidade. 
De acordo com os funcionários, até o gabinete da prefeita Rozário Ximenes (PMDB) e a sala de licitação foram arrombadas. 
Os autores da ação, que ainda não foram identificados, violaram documentos na sala de licitação, mexeram em computadores e impressoras e violaram quase todos os móveis existentes no prédio. Nenhuma impressão digital foi encontrada. 
Na fuga, os criminosos levaram uma televisão. Um levantamento é feito para verificar se algum outro equipamento foi levado. A Polícia Civil investiga o caso, mas até agora, ninguém foi preso. 
Casa do juiz

Ainda nesta quarta-feira, bandidos tentaram arrombar a casa do Juiz titular da 1ª Vara da Comarca de Canindé, Dr. Antônio Josimar Almeida Alves, mas sem sucesso. As imagens de uma câmera de segurança que flagrou toda a ação, foram enviadas para a Polícia Civil. A suspeita é que sejam os mesmos que atacaram o prédio da prefeitura. 
Cnews

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Novo golpe: Banco do Brasil faz alerta para prevenir clientes

Resultado de imagem para banco do brasil
Um novo golpe foi constatado pelo Banco do Brasil. Criminosos estão enviando SMS com link para poder conseguir dados dos clientes.
 
O conteúdo do comunicado diz que a conta será bloqueada e, para que isso não aconteça, é necessário que se abra o link e preencha alguns dados. É ai que está o perigo. Segundo informações do site TV Jornal, esse link pede a senha dos clientes e assim, a aplicação do golpe é feita.
 
O Banco do Brasil através de sua assessoria esclareceu que não faz ligações e nem manda mensagens ou links solicitando a senha dos clientes. É necessário que o indivíduo que recebe essas mensagens, verifique o remetente. Além disso, o banco reforça que só envia mensagens pelo número 4004-0001 e, de acordo com a assessoria da instituição, as mensagens suspeitas devem ser enviadas para o e-mail abuse@bb.com.br e nunca deixar de denunciar.

 
O conteúdo do comunicado diz que a conta será bloqueada e, para que isso não aconteça, é necessário que se abra o link e preencha alguns dados

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Foto de cavalo-marinho viraliza na web e faz triste alerta sobre a poluição ambiental

O homem é animal mais destrutivo do planeta, ele é tão irracional racionalmente que está destruindo o ecossistema, o meio ambiente, o seu habitat natural. Um cavalo Marinho um ser vivo minúsculo tem mais cérebro do que um homem e é capaz de denunciar a dimensão de sua perversidade com a natureza. Leiam essas duas reportagens

Uma foto de um cavalo-marinho, registrada pelo fotógrafo de vida selvagem Justin Hofman, vem recebendo atenção internacional.
cavalo-marinho



A imagem que foi clicada na ilha de Sumbawa, ao sul de Borneu, na Indonésia, mostra o animal carregando uma haste de algodão aparentemente descartada. Apesar de bela, ele afirmou ter desejado que a fotografia nunca tivesse sido feita, de acordo com informações da The Dodo.

Hofman contou que enquanto nadava na região, notou a presença do pequeno animal. Então, ambos foram atingidos por uma corrente de água carregada de lixo. O fotógrafo notou que o pequeno cavalo-marinho acabou se prendendo a uma haste de algodão.

Era literalmente esgoto”, revelou. “Você podia sentir o cheiro da mudança de água. Era nojento. Eventualmente, essa pequena cena se desdobrou na minha frente”, disse.

A imagem acabou viralizando, chamando atenção para a poluição dos mares. “É uma foto que eu gostaria que não existisse, mas agora quero que todos a vejam”, afirmou o fotógrafo acrescentando não querer nenhum reconhecimento pela imagem. “Ver este pequeno cavalo-marinho é doloroso“, complementou.

Hofman disse ainda torcer para que a situação, visivelmente lamentável, sirva para abrir os olhos da população mundial a respeito do descarte consciente do lixo.
Se cada um fizesse a sua parte, causaria um enorme impacto”, afirmou. “Não podemos deixar o nosso lixo escorrer. Nós podemos reciclar praticamente tudo, e é muito fácil!”.

A imagem veio à tona pouco dias antes, quando foi comemorado o Dia Mundial da Limpeza de Praias e Rios, e serve para incentivar a despoluição das águas e preservação da fauna e flora marinha.

A importância das abelhas para a vida no planeta

Desaparecimento desses pequenos insetos traria imensas consequências. As abelhas estão diminuindo graças as ações do homem em envenenar as plantações com pesticidas reduzindo drasticamente a população de abelhas

Abelhas
A polinização é o transporte de pólen de uma flor para a outra. É através da polinização que as flores são fecundadas, começando o desenvolvimento de frutos e sementes. Pode ser feita pela água, pelo vento e por muitos animais, como borboletas e beija-flores. O animal mais famoso pela capacidade de polinização - e é de fato o mais eficiente - é a abelha, pois é mais rápida, consegue voar em ziguezague e, após um tempo com a colônia instalada em certo local, consegue saber qual o melhor horário para coletar pólen (elas observam a flora próxima à colmeia e associam com a intensidade da luz do dia).
Você gosta de abobrinha, de melancia e de maracujá? Se a resposta é sim, então você gosta do que as abelhas fazem. Esses e muitos outros vegetais não existiriam ou seriam muito diferentes sem a polinização feita por esses insetos. As berinjelas, por exemplo, seriam menores que maçãs.
Esses insetos são pequenos no tamanho, mas de uma importância gigante para toda a vida na Terra. Sem as abelhas, não perderíamos só o mel e os produtos agrícolas. A produção de animais para consumo sofreria grandes perdas, já que estes animais são herbívoros. A vida selvagem de uma forma geral também sofreria sem elas: a vegetação seria drasticamente reduzida e, assim, a vida em geral.
Conheça agora algumas das espécies mais comuns no Brasil e a importância das abelhas para a produção de alimentos:

Abelha europeia ou melífera

A famosa listradinha de preto e amarelo é a preferida dos apicultores, porque é a melhor produtora de mel. Entretanto, também tem um papel fundamental na agricultura, sendo a maior polinizadora das abóboras, por exemplo, e de muitos outros vegetais.
Abelha europeia ou melífera

Abelha sem ferrão

Na verdade existem muitas espécies de abelhas que não possuem ferrão. As principais são: a irapuã, que também é bastante utilizada na produção de mel e também tem uma grande atuação na agricultura; a jataí, que é fã de flores ornamentais; e a mirim, que os produtores de morangos levam para morar na plantação deles e impedir deformidades genéticas nos frutos, porque a polinização leva genes de uma planta para outra, impedindo a consanguinidade, isto é, a mistura de genes semelhantes entre flores de uma mesma planta, que são como “flores irmãs”.
Abelha sem ferrão

Abelha irapuã

Abelha irapuã

Abelha jataí

Abelha jataí
Abelha mirim - foto: Bloguinho Embrapa

Abelha mamangava

Esta não é usada na extração de mel, mas é indispensável para cultivar maracujás. A fruta raramente se desenvolve sem polinização e essa abelha é tão relacionada a ela, que não reconhece variedades transgênicas e só aceita maracujás “originais”.
Abelha mamangava

Reitor afastado da UFSC se suicida em Florianópolis

O reitor afastado da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier, foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (2) no Beiramar Shopping, em Florianópolis. Ele teria cometido suicídio.
Cancellier estava afastado da instituição por determinação judicial. Ele e outras seis pessoas foram presas no dia 14 de setembro e liberadas no dia seguinte. O grupo é investigado na Operação Ouvidos Moucos, da Polícia Federal, que apura desvio de recursos em cursos de Educação a Distância (EaD) oferecidos pelo programa Universidade Aberta no Brasil (UAB) na UFSC.
Em nota, a assessoria do shopping disse que por volta das 10h30 um homem cometeu suicídio, caindo no vão central. Ele se jogou da escada do piso L4. A Polícia Militar e o Instituto Médico Legal (IML) confirmaram a identidade da vítima.

Político tradicional já era: maioria quer candidato novo em 2018

A classe política está realmente em descrédito com a população no Brasil. Levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas mostra que 59,4% dos brasileiros preferem votar em um candidato novo, mesmo que não seja conhecido em 2018. Apenas 34,4% dos eleitores disseram preferir um candidato com experiência política, entre as lideranças já conhecidas. As informações são de Kelli Kadanus na Gazeta do Povo.
A mesma pesquisa mostra, ainda, que o eleitor deve ser exigente com quem tiver o nome envolvido em escândalos de corrupção. Pelo menos 73% dos brasileiros garantem que não votariam em um candidato mencionado na Lava Jato, mesmo que a Justiça ainda não tenha demonstrado que ele é culpado.
Outros 14% dos brasileiros disseram estar dispostos a votar em candidatos mencionados na operação, 11,3% disseram que talvez votariam nesses candidatos e 1,3% não soube responder ou preferiu não opinar.
A pesquisa também mostra um alto grau de rejeição aos “políticos profissionais”. O que tem maior ojeriza do eleitorado é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva: 54% dos brasileiros disseram que não votariam no petista de jeito nenhum. Em seguida aparece o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), com 47,2% de rejeição, seguido pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), rejeitado por 45,9% dos brasileiros. O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), tem 36,8% de rejeição dos eleitores brasileiros.
Avaliação do governo
A Paraná Pesquisas também mostrou que os brasileiros não estão satisfeitos com o governo do presidente Michel Temer (PMDB): 85% dos eleitores desaprovam o governo. Apenas 12,7% dos brasileiros aprovam a gestão de Temer e 2,3% não sabem ou não opinaram.
Além disso, 75,2% dos brasileiros classificam a gestão de Temer como ruim ou péssima; 17,1% consideram regular e apenas 6,2% classificam a administração como boa ou ótima.
Dados técnicos
A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 22 de setembro de 2017, em todo o território nacional. Foram ouvidos 2040 eleitores com 16 anos ou mais. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos e o grau de confiança atinge 95%.

Com o fim do imposto sindical, sindicatos buscam meios para arrancar mais dinheiro não somente dos sócios, mais de todos os trabalhadores

Os sindicatos estão se antecipando à publicação da MP que regulamenta a cobrança
Edilson Lima l Ag. A TARDE

Centrais já usam assembleia para cobrar 'novo imposto' de todos os trabalhadores

Os sindicatos estão se antecipando à publicação da MP que regulamenta a cobrança - Foto: Edilson Lima l Ag. A TARDE

Sindicatos das principais centrais sindicais do País estão aprovando em assembleias a manutenção da cobrança do imposto sindical ou a criação de novas contribuições antes mesmo de o governo Michel Temer editar medida provisória para regulamentar a matéria. Os sindicatos querem arrecadar o dinheiro de todos os trabalhadores e não apenas de seus sócios, tanto no caso da manutenção do imposto quanto na das novas contribuições - chamadas de assistencial ou negocial.
Essa é a estratégia montada para driblar o fim da obrigatoriedade do pagamento do imposto, previsto na reforma trabalhista que entra em vigor em 11 de novembro. Ela deve enfrentar resistência na Justiça. Para o Ministério Público do Trabalho, é ilegal. Os sindicatos dos metalúrgicos de São Paulo (Força Sindical), dos metalúrgicos de São Leopoldo (RS), filiado à Central Única dos Trabalhadores (CUT), e o dos têxteis de Guarulhos, da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), foram os primeiros a adotá-la.
O secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves, o Juruna, afirmou que a contribuição decidida pela categoria em 15 de setembro representa 1% do valor da folha de pagamento do que o trabalhador ganha em um ano, ou seja o valor de 3,5 dias trabalhados - maior, portanto, do que o antigo imposto sindical, que equivalia a um dia de salário do funcionário.
Quintino Severo, secretário de administração da CUT, disse que o exemplo do sindicato de São Leopoldo (15 mil trabalhadores na base) deve ser seguido por outros da central. "Mas nosso primeiro objetivo é aumentar a filiação." Segundo ele, o fim do imposto afeta em média 30% da receita dos sindicatos do setor privado ligados à CUT.
Arrecadação
Os sindicatos querem arrecadar o dinheiro de todos os trabalhadores e não apenas de seus sócios
No caso do Sindivestuário de Guarulhos, a assembleia feita dia 9 decidiu manter o antigo imposto sob a alegação de que a reforma institui a prevalência do negociado sobre o legislado. "Quando a lei diz que é preciso prévia e expressa autorização, não quer dizer que ela deve ser individual ou por escrito. Se toda negociação é deliberada em assembleia, então essa autorização se dá na assembleia", disse o secretário-geral da CSB, Álvaro Egea. A assembleia dos têxteis contou, segundo ele, com uma centena de trabalhadores - a base do sindicato tem 10 mil.
Crise
Os sindicalistas alegam que, sem o dinheiro, haverá uma quebradeira das entidades. "A média de sindicalização no País varia de 7% a 30% (de cada categoria). Só o dinheiro dos sócios não sustenta as entidades. Tirar a contribuição é retirar o maior dinheiro de muitos sindicatos. Vai haver muita fusão", disse Antonio Neto, presidente da CSB.
A União Geral dos Trabalhadores (UGT) vai seguir o caminho da Força Sindical. Seu presidente, Ricardo Patah, disse ao Estado que a central ainda luta pela medida provisória em razão da segurança jurídica, mas vai orientar seus sindicatos a adotar a contribuição negocial. Já o presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adílson Araújo, afirmou que deve propor a manutenção do imposto. "Se é aprovado em assembleia, no meu modesto entendimento, terá força de lei."
Ubiraci Oliveira, presidente da Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), disse que, antes de aprovar em assembleia a cobrança do imposto, orientará os sindicatos a manter nas convenções coletivas os direitos acordados na última negociação.
Luiz Gonçalves, da Nova Central Sindical, é uma exceção. Ele disse que a central vai esperar pela MP. José Maria de Almeida, coordenador da CSP-Conlutas, disse que a central é contrária ao imposto. Para ele, os sindicatos devem se sustentar com a contribuição espontânea dos trabalhadores. "Se não conseguem, não devem sobreviver." O secretário-geral da Intersindical, Edson Carneiro Índio, afirmou que a central ainda não se definiu. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Outubro Rosa

Cada ano vem aumentando a adesão ao movimento mundial "Outubro Rosa", que visa chamar atenção, diretamente, para a realidade atual do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce. Aqui estão reunidas desde as primeiras iniciativas, até as que atualmente manifestam-se no mundo. 

O objetivo deste site é divulgar, de modo simples e verdadeiro, todas as contribuições de vários segmentos da sociedade em relação a esta ação mundial, que embeleza com seu tom rosa, nas mais diversas nuances, monumentos e locais históricos, no sentido de nos mostrar, de modo belo e feminino, a importância da luta contra o câncer que mais mata mulheres em todo o mundo.
O importante é, na realidade, focar este sério assunto nos 12 meses do ano, já que a doença é implacável e se faz presente não só no mês de outubro. No entanto, este mês é representativo para a causa, tornando-se especial e destacado dos demais. 

Ninguém é dono desta iniciativa. Simplesmente desejamos contar a história como ela é, respeitando aqueles que, muitas vezes de modo anônimo, prestaram a sua homenagem e manifestaram seu acolhimento à causa

domingo, 1 de outubro de 2017

7 coisas que muitos cristãos deveriam parar de fazer

Há atitudes no meio cristão que deixam os céus em prantos de tristeza. Está na hora de banir esse comportamento do nosso meio!
  • Ser cristão está muito além de professar a crença em Cristo. Um cristão genuíno precisa comportar-se como tal. E evitar a todo custo fazer coisas como as listadas abaixo:
  • 1. Julgarem-se superiores aos demais filhos de Deus

  • O fato de crermos no Filho de Deus não faz de nós pessoas melhores. Cristo expiou pelos pecados de TODA a humanidade, independente da crença (ou descrença), etnia, classe social e outros fatores.
  • Quem tem familiaridade com a Bíblia deve compreender o conceito "judeu" e "gentio" que ela apresenta. "Judeu", em várias circunstâncias, não se refere somente aos descendentes de Judá, filho de Israel, mas a todo o povo do convênio, que são os descendentes do patriarca Abraão. "Gentios" são todos os povos da terra que não são da casa de Israel. Em uma linguagem mais simples, os judeus tinham o Evangelho, e os gentios não o tinham e não serviam ao Deus verdadeiro.
  • Vejam o que diz Romanos 3:29: "É porventura Deus somente dos judeus? E não o é também dos gentios? Também dos gentios, certamente". "Lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne" (Ef. 2:11), isto é, muitos de nós não críamos em Cristo, ou, pelo menos, não tínhamos o conhecimento que temos agora. Por que, então, sentimo-nos superiores àqueles que se encontram em circunstâncias em que já nos encontramos um dia?
  • Em vez de nos sentirmos melhores do que os que não são cristãos, devemos nos sentir gratos e responsáveis por esse conhecimento e testemunho. O que fazemos dessa verdade que nos foi confiada é o que determina que tipo de pessoas somos.

  • 2. Serem cristãos de fachada

  • Ir à igreja e dizer "amém" para tudo é fácil. Mas a prova da fé acontece fora da igreja, no relacionamento com a família, com os amigos, com os vizinhos, com os colegas, com o patrão e com os empregados. Prova-se a fidelidade ao Senhor através do linguajar, da vestimenta, do comportamento, daquilo que se assiste, lê e participa.
  • De que adianta professar a fé cristã e não ser honesto no trabalho ou com os credores? Fazer fofoca, criar intrigas, buscar vingança, desejar o mal?
  • Jesus chamou pessoas que agem assim de hipócritas. Veja o que Ele disse a esses: "Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas... Vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniquidade". (Mt. 23:27,28)
  • Se nossas atitudes não condizem com a fé que professamos, está mais que na hora de colocarmos a vida em ordem, antes que seja tarde demais.

  • 3. Achar que somente orar pelos necessitados é o suficiente

  • Uma pergunta lançada em uma página cristã no Facebook gerou respostas que me surpreenderam. A pergunta era: "O que podemos fazer para ajudar os necessitados?" A maioria das respostas foi do tipo "orar por eles".
  • Inconscientemente, as pessoas sugeriram que se orarmos, Deus enviará anjos do céu com sacolas de comida, remédio, roupas e outros itens de primeira necessidade.
  • Aos cristãos que têm essa visão distorcida eu ofereço esse verso bíblico sobre o que é a religião verdadeira: "Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres abandonados; e, quando vires o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne?" (Isa. 58:7)
  • 4. Acreditar em uma fé passiva

  • Assim como as obras por si só não salvam, a fé sem obras é morta em si mesma. Entende-se por obras, ATITUDES, ou seja, agir segundo aquilo que cremos ser verdadeiro.
  • Na verdade, a palavra traduzida como "fé" na Bíblia vem de uma palavra hebraica cuja raiz denota "fé prática" e não "fé passiva". Sugiro a leitura de todo o capítulo 2 de Tiago para uma maior compreensão da relação fé/obras.
  • 5. Maldizer cristãos de outras denominações devido a diferenças doutrinárias

  • Sempre haverá diferenças de dogmas ou doutrinas entre as denominações cristãs. O que nos faz cristãos é reconhecermos nossa dependência de Cristo, o nosso Salvador, e nos esforçarmos para cumprir Seus mandamentos. Mas muitos insistem em acusar outros cristãos e suas crenças de "anátema", que significa maldição. Cuidado, irmãos! "Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados". (Lc. 6:37) "Não cometereis injustiça no juízo". (Lev. 19:35) "Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós." (Mt. 7:2)

  • 6. Exaltar-se nas redes sociais

  • Creio que o Senhor fique realmente triste quando vê Seus filhos postando frases para se exaltar, como "Que toda a inveja que você tem de mim vire dinheiro!" ou "Um beijinho para as recalcadas de plantão!".
  • Que especial, linda, a última bolachinha do pacote essa pessoa se considera! Será que essa arrogância condiz com os ensinamentos de Cristo? Aqui está a resposta: "E o que a si mesmo se exaltar será humilhado; e o que a si mesmo se humilhar será exaltado." (Mt. 23:12)"Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade". (Col. 3:12)
  • 7. Discutir religião acaloradamente

  • O Senhor jamais nos pediu para entramos em contendas religiosas, mas para pregar pacificamente Seu Evangelho. "Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." (Mc. 16:15) "Mas, se alguém quiser ser contencioso, nós não temos tal costume, nem as igrejas de Deus". (1Cor. 11:16). Porque "Como o carvão para as brasas, e a lenha para o fogo, assim é o homem contencioso para acender rixas." (Prov. 26:21)
  • São sete atitudes que entristecem os pacíficos seguidores de Cristo. Mais ainda, o próprio Senhor. Que possamos nos deixar moldar pelos Seus ensinamentos! Só assim estaremos dignos para, no devido tempo, recebermos o convite do Mestre: "Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor." (Mt. 25:21)